Site Autárquico de Alcobaça

Dia Internacional da Proteção Civil – 01 Março

Notícias

27 de fevereiro 2021

Dia Internacional da Proteção Civil – 01 Março

A 1 de março celebra-se o Dia da Proteção Civil, data que pretende assinalar a importância deste sistema.

As pequenas e grandes cidades, bem como as restantes localidades e lugares de todo o mundo, têm desafios comuns - em especial - os trazidos pela rápida urbanização e pelas mudanças climáticas que hoje são o quotidiano sentido e registado pela sociedade.

Nas metas definidas pelas Nações Unidas até 2050, mais de dois terços da população mundial viverá em cidades, o que gerará uma demanda crescente por moradias acessíveis, sistemas de transporte bem conectados e outras infraestruturas e serviços.

 

Os habitantes e as estruturas locais de base estão na primeira linha para lidar com o impacto de catástrofes - variando de eventos de pequena e média escala a eventos menos frequentes em larga escala - que surgem de perigos naturais ou provocados pelo homem, a que neste último ano, somamos as questões da suade publica, associadas à pandemia COVID-19, que veio trazer novos desafios a este sistema.

 

As alterações climáticas e eventos climáticos extremos são suscetíveis de aumentar a exposição das populações, património e meio ambiente a perigos e riscos, sem descurar os acidentes de origem antropológica e de saúde pública.

 

Sendo a primeira linha de atuação e apoio durante as catástrofes, as populações locais são confrontadas com responsabilidades abrangentes que exigem certas capacidades para lidar com tais catástrofes, sendo, provavelmente, os primeiros a antecipar, gerir e reduzir o risco das catástrofes.

 

Isto é conseguido através da criação de sistemas de alerta precoce e estabelecimento de estruturas organizacionais específicas de gestão de catástrofes/crises, bem como, da informação e formação rececionada e recebida pelas populações, pois é importante considerar os elementos de risco para entender como as catástrofes se desenrolam.

 

Os riscos são uma função do perigo (por exemplo: terramoto, inundação, incêndio, tempestades, pandemias), da exposição de pessoas e bens a perigos, e as condições de vulnerabilidade da população ou ativos expostos.

 

Estes fatores não são estáticos e podem ser melhorados, dependendo da capacidade institucional e individual para lidar com e/ou agir para reduzir o risco e aumentar a resiliência.

 

Os padrões de desenvolvimento podem aumentar a exposição e a vulnerabilidade nos sistemas sociais e ambientais e, portanto, criar novos riscos, pelo que, a preparação, prevenção, resposta reabilitação de uma população e suas estruturas básicas, torna-se um imperativo real e actual.

A atuação da Proteção Civil, enquanto sistema, multidisciplinar e composto por várias Entidades, assenta em 4 pilares fundamentais: preparação, prevenção, resposta, reabilitação.

Pretende-se prevenir riscos coletivos associados a situações de acidente grave ou catástrofe, mitigar os seus efeitos e proteger e socorrer as pessoas e bens em perigo decorrentes daquelas situações, bem como, contribuir para uma rápida reabilitação e regresso à normalidade, sem nunca esquecer que é importante que o cidadão reconheça o seu papel como elemento fundamental no sistema de proteção civil, de modo a contribuir para a sua segurança e da sua comunidade.

O Serviço Municipal de Proteção Civil do Município de Alcobaça, à semelhança dos anos transatos, apresenta deste modo a campanha de 2021 sob o lema: TODOS SOMOS PROTEÇÃO CIVIL, que já se encontra no mobiliário urbano, através do cartaz em anexo e pretende-se que o mesmo possa ser amplamente divulgado.

Documentos para Download

Contactos

Newsletter