Site Autárquico de Alcobaça

3ª edição do Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas | 13 de setembro a 31 de outubro

Notícias

04 de setembro 2019

O Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas regressa de 13 de setembro a 31 de outubro para mais uma edição, a terceira, mais multidisciplinar e mais próxima das comunidades.

Do programa constam 19 espetáculos, cinco oficinas e quatro projetos audiovisuais, de companhias nacionais e estrangeiras, a apresentar em teatros, bibliotecas e espaços públicos e patrimoniais de 10 municípios associados da Artemrede: Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Pombal, Sobral de Monte Agraço e Tomar.

A abertura acontece em Pombal, a 13 de setembro, com o espetáculo de artes de rua Das Cinzas, da companhia FIAR. O encerramento é a 31 de outubro, na vila de Aljubarrota (Alcobaça), com Fogo Lento, da coreógrafa italiana Costanza Givone.

Em Alcobaça o programa decorre em vários espaços: Cine-Teatro de Alcobaça, Jardim do Amor, zona envolvente do Mosteiro, Centro Cultural Gonçalves Sapinho, Biblioteca Municipal de Alcobaça e Celeiro de Aljubarrota. A programação é maioritariamente gratuita e acessível a públicos de diversas idades: desde crianças, ainda em fase escolar, até jovens e adultos.

Segundo a Diretora Executiva da Artemrede Marta Martins, a programação foi selecionada "através de um processo de debate que abrangeu, por um lado, a equipa da Artemrede e os seus programadores em cada município e, por outro, os grupos de Visionários (espectadores-programadores) que, em Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Pombal e Tomar, discutiram e decidiram as suas escolhas para as suas cidades".

Em Alcobaça, as escolhas do grupo de Visionários recaíram sobre três propostas: Balada das Vinte Meninas Friorentas, de Margarida Mestre, a partir de um poema de Matilde Rosa Araújo, o espetáculo infantil Os Livros Rei, de Raimundo Cosme, e a oficina para crianças “Era uma vez uma Esponja do Mar”, de Margarida Botelho.

Cruzando a arte das marionetas e das formas animadas com o teatro físico, as artes de rua e o audiovisual, o 3º Manobras traz três companhias estrangeiras - Toc de Fusta, Figure Libre oriundas de Espanha e de França – e uma seleção de reputados artistas e companhias nacionais, entre elas a companhia alcobacense S.A. Marionetas.

O realizador António-Pedro (Caótica) dá continuidade aos seus projetos audiovisuais com 12 Até ao Fim do Mundo, uma vídeo-instalação produzida durante uma residência artística em Alcobaça. 12 Até ao Fim do Mundo é um alerta sobre o estado do Planeta e sobre o seu fim, tendo como pano de fundo Dom Pedro e Dona Inês, ansiosos pelo dia em que finalmente se reencontrarão.

A população sénior também não é esquecida e ocupa, nesta edição, um lugar de destaque em Para Vós, um espetáculo de teatro participativo de Cláudia Andrade, que inclui um período de residência artística, no fim do qual levará ao palco sete idosas dos municípios de Abrantes, Alcobaça e Sobral de Monte Agraço.

Segundo Marta Martins, Diretora Executiva da Artemrede, esta é "uma edição que aposta mais do que nunca na diversidade de propostas e que vai ainda mais além na criação de pontes entre diferentes géneros artísticos e os diferentes públicos deste vasto território da Artemrede".

Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas é uma organização da Artemrede no âmbito do projeto OUTROS CENTROS; cofinanciado pelo programa operacional Centro 2020.

 

 

 

 

PROGRAMA DOS ESPETÁCULOS EM ALCOBAÇA

 

 

 

 

MININU + DI MININUS

SEX 20 SET

10:30 (espetáculo) I 12:00 (oficina)

Cine-Teatro de Alcobaça João d’Oliva Monteiro

Preço: 1€ (espetáculo)

Entrada livre (oficina)

Prioridade para público escolar

M/6

45’ (espetáculo)

60’ (oficina)

 

Era, era? Era certo. Esta é a história de um menino que tinha um sonho. É uma história de fuga e de viagem, desde os campos de arroz e os tambores mandinga de Gabu aos ritmos da Guiné Conakry, passando por Moscovo, Bissau e Lisboa. O que tem um menino de fazer para encontrar o seu lugar na vida e no mundo? Segue-se a oficina Di Mininus, que explora os materiais e os métodos que deram origem ao espetáculo.

 

 

 

FRIENDS OF CRUSOE

SÁB 21 SET I 14:00 > 19:00

Jardim do Amor I Entrada livre

M/6

 

Após o naufrágio, triste e sozinho numa ilha, Crusoé está entediado. Felizmente, do barco naufragado restaram muitos destroços e Crusoé tem todo o tempo do mundo... Friends of Crusoe é uma instalação lúdica e para todas as idades em que todos os componentes e objetos são feitos à mão e em madeira. O público pode não só brincar com os jogos mecânicos, como também apreciar os motores internos que compõem cada uma das partes desta instalação.

 

 

 

12 ATÉ AO FIM DO MUNDO

SÁB 21 SET I 15:00 > 19:00

Central de Confluência dos Rios

Entrada livre

M/12

12’

 

Criação site specific para o Jardim do Amor na cidade que nos pede para darmos lugar ao amor. Claro que sim, mas... o que é que é esta coisa chamada amor? Entretanto, cientistas de todo o mundo alertam: teremos 12 anos ou menos para conter um aquecimento global de consequências imprevisíveis para a Terra e todos os seus habitantes, inclusive os alcobacences. No Mosteiro, dentro dos seus túmulos, D. Pedro e D. Inês aguardam ansiosos o fi m do mundo para finalmente se encontrarem...

 

 

 

OS LIVROS DO REI

DOM 29 SET

11:00 (espetáculo) I 15:00 (oficina)

Cine-Teatro de Alcobaça João d’Oliva Monteiro

Preço: 3€

M/6

30’

 

Um príncipe sobe ao trono após a morte do pai num terramoto que destruiu a cidade por completo. Apaixonado pela literatura e crente na possibilidade de criar um mundo melhor – a partir das imagens maravilhosas que guardava das suas leituras – o príncipe decide imaginar, projetar e (talvez até) reconstruir a sua cidade. Um espetáculo que habita entre a literatura, o teatro e a ilustração.

 

 

 

ERA UMA VEZ

UMA ESPONJA DO MAR...

QUA 2 OUT I 10:00 I 14:00

Biblioteca Municipal

Entrada livre

Prioridade para público escolar

M/4

60’

 

A partir do livro A Vida na Terra, de David Attenborough, esta oficina propõe recriar a evolução da vida através de imagens, desde os primeiros organismos unicelulares até aos complexos peixes e répteis. Como uma fábula que se vai desdobrando em episódios científicos ou fictícios, a viagem culmina no Presente, onde os ecossistemas naturais no mar e na terra se encontram ameaçados.

 

 

 

Y A PLUS DE SAISON !

JÁ NÃO HÁ ESTAÇÕES DO ANO

QUI 10 OUT I 15:00

Cine-Teatro de Alcobaça João d’Oliva Monteiro

Preço: 1€

Prioridade para público escolar

M/6

50’

 

De que modo vivenciamos a passagem das estações? Em ambientes fechados e com ar condicionado, as estações continuam a influenciar-nos, mas não como esperávamos. Duas funcionárias chegam ao trabalho, um armazém cheio de pacotes, embalagens e... uma planta. Nas suas tarefas, de acordo com os materiais e os objetos que utilizam, ambas recriam a passagem das estações.

 

 

 

SORRISO

SÁB 19 OUT I 21:30

Zona Envolvente do Mosteiro

Entrada livre

M/6

30’

 

Como se escreverá uma história de amor, de um amor que perdura no tempo, que preenche uma vida até ao seu crepúsculo e que nunca acabará para aquele que ainda guarda o passado? Esta é uma história de amor que não se inspira na morte de Romeu e Julieta, mas sim na vida em comum de um velho casal para quem o amor se consumou numa vida de sorrisos.

 

 

 

PARA VÓS

SÁB 26 OUT I 21:30

Centro Cultural Gonçalves Sapinho (Benedita)

Preço: 5€

M/12

75

 

De que forma é que a nossa a relação com o passado molda o que somos no Presente? E como molda os mais velhos, aqueles que se lembram de tempos que o tempo insiste em enterrar e das histórias que já mais ninguém conta? E essas histórias, correspondem ao que realmente aconteceu, ou apenas àquilo que é cómodo lembrar? Para Vós são as histórias das avós de Cláudia Andrade e de outras sete avós de Alcobaça que se juntam a este espetáculo para resgatar memórias.

 

 

 

BALADA DAS VINTE MENINAS FRIORENTAS

DOM 27 OUT I 11:00

Cine-Teatro de Alcobaça João d’Oliva Monteiro

Preço: 3€

M/6

40’

 

Um poema feito canção, interpretado por voz e piano, em redor do universo das Andorinhas, dos seus voos, dos seus ninhos e dos seus ovinhos... Uma história de gerações e migrações cheia de vento e sensações... A partir do poema com o mesmo nome de Matilde Rosa Araújo e da partitura para o mesmo poema de Fernando Lopes Graça.

 

 

 

FOGO LENTO

+ Festa de Encerramento

QUI 31 OUT

21:30 (espetáculo) I 23:00 (festa)

Celeiro de Aljubarrota

Entrada livre

M/12

 

Há um jantar para ser preparado. Há uma mulher italiana e um homem português. Há uma mesa e há conceitos como identidade ou tradição que precisam de ser descascados e cozinhados em lume brando para se apurar os seus sentidos. No fim do espetáculo, o público é convidado para a cozinha/palco para conversar com os criadores, aprender a cozinhar panzerotti e petiscar o que foi preparado.

 

 

Sobre a Artemrede:

 

A Artemrede é um projeto de cooperação cultural com 14 anos de atividade ininterrupta constituída por 17 associados. Tem por missão promover a interação entre territórios de diferentes escalas e trabalhar a especificidade desses territórios através do apoio à criação artística, à programação em rede, à formação e às práticas de mediação cultural. Em 2019, a Artemrede integra 17 associados: os municípios de Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Almada, Barreiro, Lisboa, Moita, Montemor-o-Novo, Montijo, Oeiras, Palmela, Pombal, Santarém, Sesimbra, Sobral de Monte Agraço, Tomar e a associação Acesso Cultura. www.artemrede.pt

Documentos para Download

Contactos

Newsletter