Site Autárquico de Alcobaça

Câmara de Alcobaça já é detentora dos vistos do Tribunal de Contas para o Pavilhão Multiusos e ALEB

Notícias

12 de janeiro 2021

Após a assinatura dos contratos de empreitada, realizados em novembro último, referentes às obras do Pavilhão Multiusos e da Zona Empresarial Responsável da Benedita (conhecida como ALEB), ambos foram de imediato submetidos ao Tribunal de Contas que recentemente lhes deu parecer favorável.

Na posse de ambos os vistos, a Câmara Municipal de Alcobaça irá dar início aos trabalhos de execução durante o próximo mês de fevereiro, estando a sua conclusão prevista para o ano de 2022.

“São, sem dúvida, excelentes notícias para toda a região. Trata-se de duas obras referenciais que abrem novas perspetivas de futuro em matéria de atratividade, investimento e empregabilidade do concelho de Alcobaça, mas cujo impacto alarga-se a um território bem mais vasto. O Pavilhão Multiusos constituirá toda uma nova valência a nível de capacidade organização de grandes eventos desportivos, culturais, políticos e sociais. Por sua vez, a ALEB irá satisfazer finalmente uma justa reivindicação da freguesia com mais de 30 anos, representando uma excelente oportunidade quer para a reordenação territorial do tecido empresarial da região, quer para potenciar o espírito empreendedor que tão bem caracteriza os beneditenses”, afirma o Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça.

 

 

 Sobre o Pavilhão Multiusos de Alcobaça

Com um orçamento de 4.5 milhões de euros, o Pavilhão Multiusos na cidade de Alcobaça surge como resposta a duas intenções distintas: a requalificação do MercoAlcobaça e a dotação de um espaço multifuncional que permita a realização de espetáculos, congressos, encontros, conferências, jogos, feiras e exposições, apresentações comerciais, entre outras iniciativas.

Com uma localização privilegiada junto à entrada norte da cidade, ocupando uma área total de aproximadamente 3ha e com 5000m² de área coberta, o MercoAlcobaça é actualmente o espaço onde se realiza anualmente a Feira de São Bernardo. O projeto visa renovar todo o edifício melhorando as suas condições de conforto e de isolamento térmico e acústico e conferindo-lhe uma nova imagem, mais contemporânea e nobre.

Para a polivalência e versatilidade do espaço, serão instaladas bancadas amovíveis, libertando área para a realização de feiras, exposições ou espectáculos. Com as bancadas abertas a nave poderá albergar até 2226 lugares sentados, correspondendo a 472 lugares na bancada nascente, 478 na bancada poente e 1276 lugares na plateia, neste número já estão incluídos 16 lugares reservados para pessoas em cadeira de rodas. Com as bancadas recolhidas, a área livre aumentará permitindo a realização de exposições e concertos ou outros eventos com os lugares em pé. Neste caso o número de espectadores poderá ascender aos 5400.

 

Sobre a Zona Empresarial Responsável da Benedita (ALEB)

A ALEB é uma das mais antigas revindicações da Benedita, freguesia de perfil industrial e empreendedor onde estão instaladas várias empresas de craveira nacional e internacional, que dão cartas em diversos setores como a cutelaria, o calçado, a marroquinaria, a extração da pedra, entre muitos outros.

A ordenação do tecido industrial da freguesia é, pois, um desejo de décadas por parte dos empresários que agora será consolidada naquela que será a maior obra de sempre da Câmara Municipal de Alcobaça: 7.5 milhões de euros de investimento.

Ao longo dos últimos anos, o projeto foi superando difíceis etapas e procedimentos burocráticos, obtendo pareceres favoráveis de todos os organismos responsáveis pelo licenciamento ambiental e gestão territorial, nomeadamente a CCDR-LVT, as Infraestruturas de Portugal, o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e a Agência Portuguesa do Ambiente.

Localizada na Quinta da Serra (junto ao IC2, na Benedita), a ALEB conta com uma área de 53,7 hectares dividida em 73 parcelas que se destinam à instalação de indústria, logística, armazenagem, comércio e serviços.

Contactos

Newsletter