Site Autárquico de Alcobaça

ALERTA - CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS ADVERSAS - PERIGO DE INCÊNDIO RURAL

ALERTA - CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS ADVERSAS - PERIGO DE INCÊNDIO RURAL

Notícias

30 de maio 2019

SITUAÇÃO METEOROLÓGICA


De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, destaca-se para os próximos dias um agravamento das condições meteorológicas para o risco de incêndio, motivado pela persistência de valores elevados de temperatura máxima, pela diminuição dos teores de humidade relativa do ar e pela ocorrência de vento do quadrante leste:

• Temperatura: Subida dos valores de temperatura máxima, os quais poderão atingir hoje valores de 37ºC na região Sul, a manter-se nos próximos dias, estendendo-se a alguns distritos da região Centro. Subida dos valores da temperatura mínima, as quais poderão ser da ordem dos 20ºC nas terras altas, como consequência da inversão térmica noturna;
• Vento: Prevê-se que o vento sopre do quadrante leste, sendo moderado a forte nas terras altas (com rajadas até 60 km/h) até ao final da manhã, voltando a intensificar ao final da tarde, quadro que se prevê manter-se amanhã.
• Humidade: Baixos teores de humidade relativa do ar (HRA), que poderão ser <15% em toda a região Sul, no Vale do Tejo e nas regiões de Setúbal e Lisboa e <30% nas regiões Norte e Centro, com baixa recuperação noturna. Prevê-se que estes teores diminuam amanhã, podendo não ultrapassar 10% no interior do país e 20-30% no restante território nacional, situação que se poderá prolongar

• Prevê-se que os índices de risco de incêndio sejam hoje (29Maio) muito elevados/máximos na região Sul e muito elevados no interior das regiões Norte, Centro e no Vale do Tejo (região onde poderá haver concelhos com risco máximo), com agravamento previsto para os próximos dias





Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt
 

EFEITOS EXPECTÁVEIS


Em função da previsão da evolução das condições meteorológicas é expectável que os valores de FWI sofram um agravamento significativo a partir de dia 30 de maio. Assim, espera-se que o grau de dificuldade das operações de supressão se mantenha elevado.


MEDIDAS DE AUTOPROTEÇÃO


O SMPC recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor, e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros.

Contactos

Newsletter