Site Autárquico de Alcobaça

Aljubarrota Medieval

22/07/2019

De 10 a 14 de agosto, visite Aljubarrota Medieval – A história ao vivo!

Há 634 anos, a 14 de agosto de 1385, os exércitos de Castela compostos por 30.000 homens, foram bravamente derrotados pelas 7000 tropas lusitanas lideradas pela mestria estratégica de D. Nuno Álvares Pereira, nos campos de Aljubarrota, que pertenciam aos antigos coutos de Alcobaça, território dos monges cistercienses. Mais de seis séculos depois, a história da Batalha de Aljubarrota é ainda hoje celebrada e relembrada pela sua importância histórica. Uma batalha fundacional que representa o momento da afirmação definitiva da nacionalidade Portuguesa.

A Aljubarrota Medieval, que este ano se realiza de 10 a 14 de agosto, é o maior evento de celebração desta data histórica, onde também se destaca a figura a lendária da Padeira de Aljubarrota, Brites de Almeida, a quem é atribuído o feito de, com a pá do seu ofício, ter aniquilado um grupo de sete castelhanos famintos.

Na Aljubarrota Medieval – evento com mais de 20 anos de existência – milhares de pessoas percorrem as ruas estreitas que caracterizam esta vila, revivendo os tempos medievais.

Nas tavernas há deliciosas iguarias medievais para degustar. Aqui poderá provar as carnes no espeto, enchidos, sopas tradicionais, o afamado pão da padeira, os queijos, os enchidos, os licores, os doces, o mel e as compotas.

Também haverá espaço para a olaria, a tecelagem e os bordados. Revive-se o ambiente e o quotidiano da época medieval: o casamento medieval, os cortejos, torneios a pé e a cavalo, mostras de armas, ceia medieval, acampamento, malabarismos e muita música.

No dia 11 de agosto, não perca o momento alto do evento: a Recriação da Batalha de Aljubarrota, com a participação de centenas de figurantes.

No dia 14 de agosto, terá lugar o lançamento da monografia Aljubarrota, uma freguesia, pelas 18h, no edifício Celeiro, coordenada cientificamente pelo Professor Doutor Saul António Gomes, prestigiado especialista em História Medieval, da Universidade de Coimbra. Trata-se de uma obra (edição da Câmara Municipal de Alcobaça) para os munícipes, estudantes, investigadores e todos os que se interessam pela história do concelho e pela história de Portugal. Um importante documento para as gerações atuais e vindouras, que versa sobre a freguesia de Aljubarrota, numa visão abrangente no seu espaço geográfico, humano, histórico e patrimonial.

Marque já na sua agenda e venha divertir-se em Aljubarrota Medieval.

 


Dinamização teatral de acampamento do século XIV; Recriação histórica de mesteres medievais; Torneios medievais a pé e a cavalo; Bafordo, combates e justas; Animação itinerante no recinto da feira; Artes de rua; Danças e meneios; Torneios de Xadrez; Música medieval ao vivo; Jograis; Rábulas; Procissão Medieval; Casamento Medieval; Noite da Padeira de Aljubarrota; Recriação da Batalha de Aljubarrota.

 

 

 

PROGRAMA

 

 

Bom Povo destas terras de Aljubarrota e gentes dos Coutos do Mosteiro de Alcobaça, vos envia el-Rei mui bom saudar.

João, por vontade de Deus e do povo eleito Rei de Portugal, primeiro do seu nome, consente e autoriza que se faça no chão desta Vila uma feira.

O Senhor destas terras, e seus homens de confiança, acolheram de bom grado esta vontade d’El-Rei, e é desejo do povo que a festa se realize com todos os sucessos, alegria, folia e bons proveitos.

Pois então que se faça a feira por cinco jornadas de 10 a 14 do mês de agosto deste ano da Graça de 2019.

E que nela haja torneios de honra, destreza e valor segundo as regras da cavalaria e que oficiais e homens bons dos mesteres nela tenham suas vendas e corregimentos, e mercadores e almocreves, viandeiros e estalajadeiros troquem seus haveres e serviços por justa moeda e não mais e que a ela venham também jograis e bufões com seus trebelhos, danças e jogos de alegria.

Que sejam dias de folgar, comer e mercar!

El-Rei assim o manda e ordena.

Que por honra de D. João I, louvado seja Deus Nosso Senhor. Ámen!

 

 

10 de agosto | sábado
Dia de D. Martim Aires de Ornelas

13:00h – Abertura
13:00h às 2:00h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria.
18:00h – Sessão Solene
- Leitura do Edital – Pelourinho
- Cortejo de abertura
19:30h – Torneio de Armas por D. Martim Aires de Ornelas
22:00h – Noite de D. Martim Aires de Ornelas – espetáculo na Liça
2:00h – Encerramento

O primeiro dia da Aljubarrota Medieval é dedicado a Martim de Aires de Ornelas, militar português que ficou conhecido por ter comandado um reforço de mil soldados enviados pelo Abade dos Coutos de Alcobaça, em auxílio do exército do Condestável D. Nuno Álvares Pereira, aquando da Batalha de Aljubarrota.

 

 

11 de agosto | domingo
Dia da Batalha de Aljubarrota

13:00h – Reabertura
13:00h às 24:00h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria.
18:00h – Grandiosa recriação da Batalha de Aljubarrota – junto à rotunda de D. Nuno Álvares Pereira
19:00h - Cortejo da vitória pelas ruas da vila
21:00h - Torneio de Armas por Aljubarrota
24:00h – Encerramento


No dia 11 de agosto, não perca A Recriação da Batalha de Aljubarrota, o grande destaque da Aljubarrota Medieval, onde centenas de figurantes trajados a rigor reconstituem, com grande dramatismo e realismo, um dos episódios mais importantes da História de Portugal, ocorrido a 14 de agosto de 1385. A Batalha de Aljubarrota ficou na história de Portugal como uma das principais vitórias militares dos portugueses face a Castela.

 



12 de agosto | segunda-feira
Dia de D. João I

13:00h – Reabertura
13:00h às 24:00h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria.
18:00h – Casamento Medieval no largo N. Sra. dos Prazeres
19:30h – Torneio de Armas por D. João I
20h00 - Ceia Medieval – inscrições limitadas com marcação prévia até dia 10/08 para o número 262580857 ou para o e-mail: cultura@cm-alcobaca.pt
24:00h – Encerramento



A Batalha de Aljubarrota foi o momento de afirmação definitiva da nacionalidade portuguesa, dando início ao reinado de D. João I. Relembrar o rei de Portugal que deu início à expansão ultramarina portuguesa e um dos grandes responsáveis pela afirmação da independência de Portugal.

 


13 de agosto | terça-feira
Dia de D. Nuno Álvares Pereira


13:00h – Reabertura
13:00h às 24:00h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc. XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria
19:30h – Torneio de Armas por D. Nuno Alvares Pereira
20h30 - Missa seguida de Procissão Medieval em Honra de São Nuno Alvares Pereira
24:00h – Encerramento



Dia dedicado a D. Nuno Álvares Pereira. Considerado um grande génio militar, foi o grande estratega da vitória portuguesa na Batalha de Aljubarrota e desempenhou um papel fundamental na crise de 1383-1385, onde Portugal jogou a sua independência contra Castela. Comandou forças em número inferior ao inimigo e venceu todas as batalhas que travou. É o patrono da infantaria portuguesa.

 

 

14 de agosto | quarta-feira
Dia da Padeira de Aljubarrota



13:00h – Reabertura
13:00h às 24:00h – Acampamento recriando o quotidiano civil e militar do Séc., XIV, com mesteres de época e mostras de armas. Animação de rua, rábulas, música, dança, teatro, personagens populares e muita alegria
17h45 - Deposição de coroas de flores nos monumentos evocativos da Padeira de Aljubarrota e de D. Nuno Álvares Pereira
18h30 – Lançamento do livro “Aljubarrota, uma freguesia”, coordenação do Prof. Dr. Saúl Gomes - Celeiro de Aljubarrota
19:30h – Torneio de Armas por Brites de Almeida
22h00 - Noite da Padeira de Aljubarrota – espetáculo na Liça
23:00h – Cortejo de Encerramento    
24:00h – Encerramento

 

A Aljubarrota Medieval despede-se a 14 de agosto com o Dia da Padeira de Aljubarrota. De seu nome Brites de Almeida, a Padeira de Aljubarrota é uma figura lendária portuguesa associada à vitória dos portugueses contra as forças castelhanas, na Batalha de Aljubarrota (14 de agosto de 1385). Reza a lenda que, com a sua pá de padeira, teria morto sete castelhanos que encontrara escondidos num forno.  Destaque para o lançamento de “Aljubarrota, uma freguesia”, uma monografia com coordenação científica do Professor Doutro Saul António Gomes, um importante documento histórico para a gerações atuais e vindouras, que versa sobre a freguesia de Aljubarrota, numa visão abrangente no seu espaço geográfico, humano, histórico e patrimonial.

 

 

 
TORNEIOS DE XADREZ NA ALJUBARROTA MEDIEVAL

Na Aljubarrota Medieval poderá também aprender a jogar e participar em torneios de xadrez. Serão realizados três torneios: dois torneios no dia 10 de agosto (15h30 e 20h45) e um no dia 14 de agosto (20h45). Descarregue em baixo os regulamentos dos torneios.

 

 

 

ALJUBARROTA MEDIEVAL 2019

Local: vila de Aljubarrota (Alcobaça)

Data: 10 a 14 de agosto

Entrada livre

Organização: Câmara Municipal de Alcobaça e Junta de Freguesia de Aljubarrota

Documentos para Download

Contactos

Newsletter