Site Autárquico de Alcobaça

Palacete Bernardino Lopes de Oliveira

O palacete situado na antiga Rua da Conceição, atualmente Nascimento e Sousa, é um belo exemplar da construção oitocentista de inspiração neo-romântica e neo-clássica de fim de século. O edifício, uma típica casa burguesa da transição para o século XX, é apesar de tudo um imóvel de linhas sóbrias e finas de três andares e telhado de duas águas, cujos interiores apesar de remodelados evocam ainda hoje as glórias do passado da família Lopes de Oliveira. À semelhança de outros palacetes alcobacenses, também este nasce do esforço bem-sucedido de emigrantes vindos do Brasil. O seu proprietário, foi um desses brasileiros (tal como ficariam conhecidos) de sucesso que após contrair fortuna decide investir na sua terra natal. O senhor Bernardino Lopes Oliveira, desgostoso com o atraso em que encontrou a sua terra natal, dedicou grande parte da sua vida ao progresso e desenvolvimento da vila e região, tornando-se porventura o maior e mais ilustre benemérito alcobacense. Entre os muitos exercícios de prestígio, nomeiem-se os de sócio fundador do Gabinete de Leitura do Clube Alcobacense ou do Asilo de Infância Desvalida ou ainda o de fundador e provedor do Hospital da Misericórdia de Alcobaça, inaugurado em 1890. Político republicano ativo, tendo mesmo participado em Lisboa na revolução de 5 de Outubro de 1910. No período da I República, Bernardino Oliveira obteve cargos de máximo relevo como os foram de Vice-cônsul do Brasil em Alcobaça e o de Presidente da Câmara Municipal.

Contactos

Newsletter