Site Autárquico de Alcobaça

Escoteiros ajudam na remoção do chorão em Paredes da Vitória

Notícias

10 de agosto de 2018

Cerca de 250 escoteiros da Associação de Escoteiros de Portugal estiveram, no passado dia 2 de agosto na praia Paredes da Vitória para prestar auxílio nos trabalhos de remoção do chorão, uma planta muito tolerante à seca, prevalente em zonas dunares, mas que se torna invasora, como sucede em vários locais do litoral português.

O chorão ou bálsamo das areias é originária da África do Sul. Foi introduzida em Portugal no século passado e é essencialmente cultivada pelo interesse ornamental das suas flores e pela facilidade como cobre o terreno. Desde 1999 que a lei portuguesa proíbe a sua introdução (Decreto-Lei nº 565/99, de 21 de dezembro).

A iniciativa partiu da Associação de Escoteiros de Portugal no sentido de se concretizar uma atividade de remoção de plantas invasoras onde houvesse necessidade e em local que reunisse as condições para receber um grupo de 250 pessoas.

A remoção de pequenas áreas de chorão é uma atividade de educação ambiental realizada há muitos anos no concelho, em áreas prioritárias. A atividade foi acompanhada por funcionários da autarquia, nomeadamente os jardineiros e a bióloga municipal.

No dia 8 de agosto, as plantas removidas foram recolhidas pelos funcionários da Câmara Municipal e da União de Freguesias de Pataias e Martingança, tendo sido posteriormente encaminhadas para valorização.

Mais de 2300 escoteiros juntaram-se de 1 a 4 de agosto, no parque de merendas da Barosa, em Leiria, para participarem no 25.º Acampamento Nacional da Associação dos Escoteiros de Portugal. O encontro contou com participantes de Israel, França, Bélgica, Luxemburgo, Ucrânia e São Tomé e Príncipe. Nos primeiros quatro dias, os escoteiros estiveram envolvidos em várias atividades culturais, desportivas e ambientais realizados em vários pontos da região, nomeadamente a atividade de remoção do chorão em Paredes da Vitória.

Contactos

Newsletter